Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://asmontanhasqueosratosvaoparindo.blogs.sapo.pt

http://asmontanhasqueosratosvaoparindo.blogs.sapo.pt

EIS AS MONTANHAS QUE OS RATOS VÃO PARINDO

por muito pequenos que pareçam ser... NOTA - ESTE BLOG JAMAIS SERVIRÁ CAFÉS! ACABO DE DESCOBRIR QUE OS DOWNLOADS SE PAGAM CAROS...

SEM SAIR DO MEU LUGAR

05.09.17 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (2)
  Bebi de todas as fontes Que por cá pude encontrar; Andei por terra e por mar, Escalei escarpas, subi montes E fui rasgando horizontes Sem sair do meu lugar. Paradoxal, na postura, Crio de dentro pr`a fora; A mil milénios por hora E nunca um pneu se me fura, Nem (...)

POR TER SEDE, FUI À FONTE

02.09.17 | Maria João Brito de Sousa | comentar
Quis matar a minha sede, Mas secara o fontanário E a sede, pelo contrário, Cresce mais, já nem se mede, Ninguém, nem nada a impede De ir-se tornando um fadário...   Tenho sede quanto baste Para encher o mundo inteiro De outra que nos vem primeiro, De uma que não tem (...)

DEAMBULANDO

07.08.17 | Maria João Brito de Sousa | comentar
  Quando ando a deambular Pelos corredor`s da vida, Fico por vezes perdida, Mas acabo por voltar À velha “porta de entrar” Que também serve a saída... Deambulando em sextilhas De redondilha maior, Irei por aonde for, Percorrerei muitas milhas De continentes ou (...)

VIAGEM...

01.09.16 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (6)
Não sei em que dia, ou noite, cheguei ao topo do mundo... Dormira o sono profundo de quem fora del`se acoite e, quando acordo, este açoite (...)

A RECONQUISTA...

19.10.14 | Maria João Brito de Sousa | comentar
Meu gato, velho decano, Que havia já quase um ano Me não subia pr`á cama (peco por excesso, mas  rima!), Hoje,saltou-lhe pr`a cima (...)

SEM GRANDES FILOSOFIAS...

04.05.13 | Maria João Brito de Sousa | comentar
  Sextilhas em redondilha maior         SEM GRANDES FILOSOFIAS…     Foi na vivência dos dias, Sem grandes filosofias Nem sombra de frustrações Q (...)

MOMENTOS E ETERNIDADES

13.01.11 | Maria João Brito de Sousa | comentar
  Sob um céu cheio de estrelas, O mais certo é que quem passa Pelas ruas da cidade, Se ponha a olhar pr`a elas E, ao olhar, encontre a graça De entender outra verdade...   São (...)

POUCA-TERRA, POUCA-TERRA...

09.08.10 | Maria João Brito de Sousa | comentar
  “Pouca-terra, pouca-terra”… Tanta terra falta ainda, Tanto rio por navegar, Tanto cume de alta serra, Tanto trilho que não finda, Tanta estrada e tanto mar!   E, do (...)