Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://asmontanhasqueosratosvaoparindo.blogs.sapo.pt

http://asmontanhasqueosratosvaoparindo.blogs.sapo.pt

EIS AS MONTANHAS QUE OS RATOS VÃO PARINDO

por muito pequenos que pareçam ser... NOTA - ESTE BLOG JAMAIS SERVIRÁ CAFÉS! ACABO DE DESCOBRIR QUE OS DOWNLOADS SE PAGAM CAROS...

CATIVANTE

25.09.22 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (8)
CATIVANTE * Ah, quão, mas quão cativante É, pra mim, a poesia! Quem sabe?, mais que pra Dante Que bem melhor a escrevia, Mas não mais do que eu lhe qu`ria... * Soneto é pura harmonia, Filosofia cantante Decomposta em sinfonia Que seduz, que é cativante, Tanto ou mais (...)

SUCESSO

20.09.22 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (4)
SUCESSO * Desejo imenso sucesso Aos que em derredor de mim Põem a alma no verso, Seja singelo ou complexo, Que plantam neste jardim * E enquanto os houver assim, Que todos tenham sucesso Mais do que o que almejo, enfim, Para os que nasçam de mim Sem murcharem no processo. * (...)

POEMA

12.09.22 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (13)
POEMA * Quando me nasce um poema Também, em mim, nasce o tema, Tudo simultaneamente Qual ovo com clara e gema Forma embrião competente * Pra crescer, quando a semente Chegar atempadamente E fecundar o poema, Ou ovo, indif`rentemente, Que ambos seguem um só esquema. * M (...)

DOMINGO

04.09.22 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (8)
DOMINGO * Canto agora este Domingo Que do Sábado distingo Porque no dia a seguir Nova semana há-de vir: Corre o tempo, pingo a pingo, * E eu, que o sei, nunca rezingo Porque ao próximo Domingo Posso nem o ver surgir: Todos passam a fugir, Todos se vão pingo a pingo... * Mª João Brito de Sousa

ATENÇÃO!

28.08.22 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (4)
ATENÇÃO * Atenção, muita atenção Ao que se está a passar Neste atribulado V`rão Que muitos de vós dirão Ser só mais outro a findar * Porque este Inverno, ao chegar, Vai impor-nos contenção E, atenção, muita atenção: Vão-nos gás e luz faltar Por mais (...)

BOMBEIRO(S)

15.08.22 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (8)
BOMBEIRO(S) * Nunca descansa o bombeiro Que ora é o fogo, ora a cheia A tomar-lhe, a tempo inteiro, Toda a força que granjeia, Que no risco é o primeiro * Quantas vezes calcorreia O inferno de um braseiro Onde um incêndio se ateia, Para apagá-lo, o bombeiro, Até (...)

FÉRIAS

08.08.22 | Maria João Brito de Sousa | comentar
  FÉRIAS * De férias só vai quem pode E eu escreverei uma ode A quem consiga a proeza De achar onde se acomode Tanta crescente pobreza... * Eu farei férias à mesa Da Barca de âncora presa De um estro que em verso explode, Por vezes com tal rudeza, Que popa a proa (...)

GRAÇA

01.08.22 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (4)
GRAÇA * Nada tem agora a graça Que em tudo via, em menina... Não pára o tempo que passa E, hoje, a miséria que grassa Quem sabe a quem se destina? * Se uma vida desatina Por má sorte ou por negaça, Pode inda a vida ter graça Quando outrem lhe determina O valor, (...)

PESQUISA

25.07.22 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (6)
PESQUISA * Nasce a dúvida. A pesquisa Sempre responde, ou desliza Para alguma ambiguidade, Para uma meia verdade Que nem tudo concretiza? * Possa a força da vontade Que move a humanidade Passar por essa pesquisa Sem pressas, como uma brisa Quando sopra em liberdade. * M (...)

PROCURO?

18.07.22 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (12)
PROCURO? * Não procuro nenhum tema: Aguardo que um pensamento, Mais manso ou mais turbulento, Surja em forma de poema, Qual rabanada de vento * Sinto e escrevo, ou sinto e tento Poetar sobre um problema Fazendo uso do fonema E também de algum talento Que não procuro: (...)