Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://asmontanhasqueosratosvaoparindo.blogs.sapo.pt

http://asmontanhasqueosratosvaoparindo.blogs.sapo.pt

EIS AS MONTANHAS QUE OS RATOS VÃO PARINDO

por muito pequenos que pareçam ser... NOTA - ESTE BLOG JAMAIS SERVIRÁ CAFÉS! ACABO DE DESCOBRIR QUE OS DOWNLOADS SE PAGAM CAROS...

"OS AMORES DE VERÃO"

20.08.22 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (12)
"OS AMORES DE VERÃO" * "Os amores de Verão", Ao contrário dos de Inverno, Têm curta duração: Não há V`rão que seja eterno! * Se não há céu nem inferno "Os amores de Verão" Perduram no beijo terno Que os apaixonados dão * Seja amor, seja paixão, Seja (...)

"VAI QUASE A MEIO O AGOSTO"

14.08.22 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (6)
"VAI QUASE A MEIO O AGOSTO" * "Vai quase a meio o Agosto", Está quase a acabar-se o Verão Que em breve será deposto Pela próxima estação * Muitas folhas cairão "Vai quase a meio o Agosto" E vê-las secas no chão É para mim um desgosto * Que se espelha no meu rosto (...)

"COM ALBUFEIRAS VAZIAS"

07.08.22 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (2)
"COM ALBUFEIRAS VAZIAS" * "Com albufeiras vazias" E os grandes rios a secar Vão somar-se epidemias Às que já estão a grassar * E é tempo de perguntar: "Com albufeiras vazias" Quem perde... e quem vai ganhar? Ele há muitas teorias * E pseudo-filosofias Prontinhas a (...)

"IRÁS COMIGO ONDE EU FOR"

30.07.22 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (2)
"IRÁS COMIGO ONDE EU FOR" * "Irás comigo onde eu for", Disse-me um dia a vontade E eu, sentindo-lhe o ardor, Julguei que isso era verdade * Intimei a liberdade: "Irás comigo onde eu for"!, Mas depressa a realidade A ela se veio impor * Apresentando-me a dor Que (...)

"NÃO HÁ HORIZONTE À VISTA"

23.07.22 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (2)
"NÃO HÁ HORIZONTE À VISTA" * I * "Não há horizonte à vista" Dentro de casa fechada: Não se vislumbra uma pista Dessa linha imaginada... * II * Da janela embaciada "Não há horizonte à vista" E fica a gente intrigada A duvidar que ele exista * III * Embora (...)

"CIDADES NÃO POLUÍDAS"

17.07.22 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (2)
"CIDADES NÃO POLUÍDAS" * "Cidades não poluídas" E homens com fome, a morrer? Dois pesos, duas medidas E um paradoxo, até ver... * Quem polui está no poder: "Cidades não poluídas" Onde obreiro não couber, São só visões distorcidas * E versões (des)construídas (...)

"CUIDADO COM O CALOR" !

14.07.22 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (8)
"CUIDADO COM O CALOR" * "Cuidado com o calor"! Porque ao perder sódio e cloro Caso dê para o pior Ficas internado, a soro... * Diz-te meio mundo, em coro, "Cuidado com o calor"! E eu que os verões adoro Também me junto ao clamor * Quando, alagada em suor, Já nem (...)

"PORQUE A VIDA É CAPRICHOSA"

27.06.22 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (8)
* PORQUE A VIDA É CAPRICHOSA * I * "Porque a vida é caprichosa" E, bastas vezes, madrasta, Ora em risos se nos mostra, Ora irada nos vergasta * II * Ao que sofre, ao que se agasta "Porque a vida é caprichosa", Direi que à Vida não basta Que a pintem de cor-de-rosa * III * (...)

"QUEM NÃO ESTÁ BEM, QUE SE MUDE"

28.05.22 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (6)
  "QUEM NÃO ESTÁ BEM, QUE SE MUDE" * "Quem não está bem que se mude", É o mote. Esta expressão Soa-me grosseira e rude E cheira-me a carrascão... * Se é pouca, a educação, "Quem não está bem que se mude" Acaba em altercação Porque inflama que nem crude * (...)

"AMANHÃ É OUTRO DIA"

14.05.22 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (4)
"AMANHÃ É OUTRO DIA" * "Amanhã é outro dia" Disse, assim que anoiteceu, Alguém que bem conhecia As rotinas Terra/céu * Muitas vezes o disse eu, "Amanhã é outro dia", Sabendo bem que esse breu Muito em breve aclararia * E de azul se cobriria, Inteiro, o seu negro (...)