Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://asmontanhasqueosratosvaoparindo.blogs.sapo.pt

http://asmontanhasqueosratosvaoparindo.blogs.sapo.pt

EIS AS MONTANHAS QUE OS RATOS VÃO PARINDO

por muito pequenos que pareçam ser... NOTA - ESTE BLOG JAMAIS SERVIRÁ CAFÉS! ACABO DE DESCOBRIR QUE OS DOWNLOADS SE PAGAM CAROS...

EU, INCENSÁRIO

24.01.11 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (2)
  Tudo o que faço ou que digo, Tudo o que sinto e que penso Sempre que Deus o quiser, Sobe em mim, cresce comigo, Ardendo qual pau de incenso Num incensário qualquer… Há (...)

HOJE NÃO DESÇO À RUA!

09.12.10 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (2)
  Não, hoje não desço à rua Porque a rua está cansada De ali estar, sozinha e nua, Chorando à beira da estrada! As ruas são como braços Das cidades que, em crescendo, (...)

CRIPTIDENTIDADES

22.11.10 | Maria João Brito de Sousa | comentar
    Sou estranha, já percebeste… Sou tonta como a criança Que dá dois passos de dança E, logo a seguir, te afiança Que tem um dom que é celeste…   Sou esquiva como (...)

AI, TANTA DOR!!!!

15.11.10 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (6)
  Tanta dor, tanto problema, Tanta coisa por escrever… Mas… a mim, quem me condena Se o não conseguir fazer? Nas costas tenho uma faca, Nas pernas, a anestesia De quem (...)

ABSOLVIÇÃO

27.09.10 | Maria João Brito de Sousa | comentar
  Eu só te absolvo Se a tua alma deixar, se arrependida Chorar ajoelhada e decidida A resolver o que eu já não resolvo. Eu nada peço Senão este luar de horas de espanto Que (...)

POETA É...

13.09.10 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (2)
  Com tanta gente vulgar A dizer que pinta e escreve, Aparecer um ser lunar, Que já nem paga o que deve, A viver da poesia, Parece ser tão esquisito Que se torna uma heresia E (...)

DIZ QUE DISSE

10.09.10 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (2)
    Alguma vez vós me ouvistes Apoucar vosso trabalho Mesmo com boas razões? Deveríeis ficar tristes Por apoucar o que eu valho, Vós que, afinal, sois calões! Este velho (...)

CUIDADOS DOBRADOS

09.09.10 | Maria João Brito de Sousa | comentar
    Diz-me alguém: - “Tu estás em perigo! Tem cuidado, um velho amigo Diz que o é, mas nunca o foi!” Mas, a mim, já me não dói… Tenho é de tomar cuidado Não vá ele (...)

O MEU PREÇÁRIO

07.09.10 | Maria João Brito de Sousa | comentar
    No que diz respeito às telas E ao preço que está feito, Não cedo nem um tostão! O que eu senti ao fazê-las… São amores com que eu me deito, Valem mais do que um milhão! Ne (...)

TOCAR, SONDAR, PRESSENTIR...

27.08.10 | Maria João Brito de Sousa | comentar
  Tocar, sondar, pressentir Tantas coisas intangíveis, Como são alguns segredos, Pode fazer ressurgir Fantasmas bem mais temíveis Que os rastos de antigos medos…   No (...)