Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

http://asmontanhasqueosratosvaoparindo.blogs.sapo.pt

http://asmontanhasqueosratosvaoparindo.blogs.sapo.pt

EIS AS MONTANHAS QUE OS RATOS VÃO PARINDO

por muito pequenos que pareçam ser... NOTA - ESTE BLOG JAMAIS SERVIRÁ CAFÉS! ACABO DE DESCOBRIR QUE OS DOWNLOADS SE PAGAM CAROS...

BOTÕES DE MAIO

10.01.11 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (2)
  Não eram botões de Maio Nem estrelas, nem sóis, nem luas, Nem cometas, nem quimeras… Foi tão só um papagaio Subindo destas mãos nuas Sem a bênção de uma espera… F (...)

ILAÇÕES E OUTRAS BANALIDADES

16.11.10 | Maria João Brito de Sousa | comentar
  Nunca tirando ilações De ilações que outros tiraram Sem que eu soubesse porquê, Vou tomando as decisões Que em acções se transformaram Sempre que um de vós me lê… D (...)

POUCA-TERRA, POUCA-TERRA...

09.08.10 | Maria João Brito de Sousa | comentar
  “Pouca-terra, pouca-terra”… Tanta terra falta ainda, Tanto rio por navegar, Tanto cume de alta serra, Tanto trilho que não finda, Tanta estrada e tanto mar!   E, do (...)

MENINOS

16.06.10 | Maria João Brito de Sousa | comentar
É na rua, Deus Menino  Que eu descubro os pequeninos Que têm frio, têm fome. Outro tempo, outros destinos, Partilhando um mesmo nome; Não são Deus, são só Meninos.   Todos crianças pequenas, - quem sabe se irão crescer… - Tantos anos, tanto tempo (...)

O ADIAMENTO DA SAUDADE

07.01.10 | Maria João Brito de Sousa | comentar
  Olho sem ver, Vago olhar ligeiramente alienado, Os ponteiros do meu relógio Três minutos e meio adiantado.   Tica-taca, tica-taca, Implacavelmente decidido A não parar.   Olho sem ver Mas vislumbro no vidro Uma lágrima teimosa Que deixei escapar…   (...)

METADE DE TI

14.12.09 | Maria João Brito de Sousa | ver comentários (7)
Olha! Reconheces-me ainda Na maçã de todas as noites de desejo? Reconheces-me agora No nardo puro que derramei no teu cansaço? Reconhecer-me-ás depois Quando o teu filho te souber olhar nos olhos?   Olha! Repara que continuo serena e imutável. Repara como (...)