Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://asmontanhasqueosratosvaoparindo.blogs.sapo.pt

http://asmontanhasqueosratosvaoparindo.blogs.sapo.pt

EIS AS MONTANHAS QUE OS RATOS VÃO PARINDO

por muito pequenos que pareçam ser... NOTA - ESTE BLOG JAMAIS SERVIRÁ CAFÉS! ACABO DE DESCOBRIR QUE OS DOWNLOADS SE PAGAM CAROS...

"E O RAMO DE FLORES MURCHOU"

21.05.22 | Maria João Brito de Sousa

 

flores murchas.jpg

"E O RAMO DE FLORES MURCHOU"
*


"E o ramo de flores murchou"

No instante, no segundo,

Em que a mulher acordou

E pôs os olhos no mundo
*


Deu um suspiro profundo

"E o ramo de flores murchou"

Quando algo nauseabundo

Tomou forma e se mostrou...
*


A mulher que o rejeitou,

Viu-o como um vagabundo

"E o ramo de flores murchou",

Caiu por terra, rotundo!
*


De onde seria oriundo,

Nunca a mulher perguntou,

Mas leio o mote e secundo:

"E o ramo de flores murchou"!
*

 

Mª João Brito de Sousa

21.05.2022 - 12.35h
***

 

Poemeto criado a partir de um verso/mote de Liliana Josué para uma rubrica do Horizontes da Poesia

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.