Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://asmontanhasqueosratosvaoparindo.blogs.sapo.pt

http://asmontanhasqueosratosvaoparindo.blogs.sapo.pt

EIS AS MONTANHAS QUE OS RATOS VÃO PARINDO

por muito pequenos que pareçam ser... NOTA - ESTE BLOG JAMAIS SERVIRÁ CAFÉS! ACABO DE DESCOBRIR QUE OS DOWNLOADS SE PAGAM CAROS...

DO PULSAR DESTE MOMENTO

06.09.19 | Maria João Brito de Sousa

003.jpg

 

 

DO PULSAR DESTE MOMENTO

 

(Décimas)

 

*

Do pulsar deste momento

(meu ventre ou minha razão?)

Nasceu-me a vã tentação

De ser mais livre que o vento...

Só eu sei quanto lamento

Não poder dizer que não

Se outro momento, à traiçáo,

Rouba ao meu pão seu fermento.

Cerro os dentes, mas nem tento

Pedir-lhe a devolução...

*

 

Não peço coisas que são

Do meu espanto documento

Pois é delas que alimento

Esta eterna insurreição.

Meu bote não tem travão;

Mais calmo ou mais turbulento

Conforme, apressado ou lento,

Sopre o vento de feição,

Retoma a navegação

Até esgotar-se em talento.

 

 

*

 

Maria João Brito de Sousa – 06.09.2019 – 11.07h

2 comentários

  • Muito obrigada, Fernando.

    Devo confessar-lhe que cresci entre poetas do Modernismo Português e que só tomei contacto com as décimas bastante recentemente (2013, 2014?). Recordo-me de ter sido um poema em décimas do Joaquim Sustelo que me deu o empurrãozinho que faltava para que eu me atrevesse a construí-las.

    Abraço
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.