.EIS AS MONTANHAS QUE OS RATOS VÃO PARINDO

por muito pequenos que pareçam ser... NOTA - ESTE BLOG JAMAIS SERVIRÁ CAFÉS! ACABO DE DESCOBRIR QUE OS DOWNLOADS SE PAGAM CAROS...
Terça-feira, 4 de Outubro de 2011

A VOZ DE CADA POEMA

Às vezes poema é voz

Com voz própria e pode, assim,

Dizer-vos bem mais de vós

Do que vos conta de mim…

 

Fala dos vossos anseios

E dos mil pequenos medos

Que atribuís ao receio

Dele vos revelar segredos

 

Cada rebelde poema,

Sem desculpa ou explicação,

Toma as rédeas do seu tema

Negando a voz da razão

 

Gera afectos, traz desgostos,

Guarda a surpresa que esconde

Por trás de alguns dos seus rostos

[sabe-se lá como e onde…]

 

 Promete e dá ou não dá

Conforme bem lhe aprouver!

As mais das vezes, sei lá

O que ele diz sem eu saber…

 

É nas palavras-surpresa

Que, mais tarde, se revela

Vencendo a amarga incerteza

Com que se expõe sem cautela

 

Pois, fale do que falar,

Quase sempre exalta a voz

Que não pudermos calar

Assim que ele passar por nós

 


 

 

Maria João Brito de Sousa – 04.10.2011 – 11.01h

 

I`m crazy for::

rematado por Maria João Brito de Sousa às 14:49
link do post | remate | adicionar ao produto final

.OS PORQUÊS...

.pesquisar

 

.Junho 2018

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. CROCÂNCIAS & TEXTURAS

. ERA UMA VEZ....

. UMA DÉCIMA A UM PARAFUSO ...

. ABRIL - O TAL VINTE E CIN...

. MEIO MANTO, O DE MARTINHO...

. PESCARIA(S)

. A UM AMIGO QUE GANHOU TRÊ...

. PRIMAVERA, PRIMAVERA

. SOBREIROS QUE ASSOBIAM E ...

. A CASA DA POESIA (no Dia ...

.ARMAZÉNS DO FUTURO

. Junho 2018

. Abril 2018

. Março 2018

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Maio 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

.tags

. todas as tags

.PROMOÇÕES:

. Diversidades | Faróis Con...

. ERA UMA VEZ....

. CROCÂNCIAS & TEXTURAS

. QUATRO SONETILHOS A CATAR...

. CIDADE SEM SENTIDO(S) - E...

. Baile da vida

. MOAXAHA IV

. MENTE DESCONTÍNUA

. Pai

. À luz da lua

.links

.subscrever feeds