Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://asmontanhasqueosratosvaoparindo.blogs.sapo.pt

http://asmontanhasqueosratosvaoparindo.blogs.sapo.pt

EIS AS MONTANHAS QUE OS RATOS VÃO PARINDO

por muito pequenos que pareçam ser... NOTA - ESTE BLOG JAMAIS SERVIRÁ CAFÉS! ACABO DE DESCOBRIR QUE OS DOWNLOADS SE PAGAM CAROS...

VIDA - Ab Initio III

29.12.09 | Maria João Brito de Sousa

Não era noite nem dia.

Nenhum pedaço de ser,

Nenhum átomo de vida,

Realmente conhecia

O que iria acontecer

Ao longo dessa avenida…

 

Nenhuma memória antiga,

Nenhum rasto de passado,

Nem um exemplo a seguir…

E, no entanto, a fadiga

Prometia ir lado a lado

Com o que ousasse prosseguir…

 

Não era dia nem noite.

Era um tempo indefinido

Num intervalo do espaço

E eis que irrompe, como açoite,

Um começar desmedido

Que se erguia como um braço…

 

Nenhuma antiga memória,

Nem sequer um pensamento

Fugaz, leve, passageiro…

Mas ela desponta em glória,

Sem qualquer constrangimento,

E povoa um mundo inteiro!

 

É então que nasce o Tempo

[talvez fosse em simultâneo

e eu não tenha reparado…]

Que dividiu o Momento,

Ou um qualquer sucedâneo,

Entre Futuro e Passado.

 

Mas se duvidais de mim,

Do que narro ou imagino,

Ide bem dentro de vós…

Cada início tem seu fim!

Seja imenso ou pequenino

Cada rio morre na foz…

 

 

 

 À minha amiga Madalena que partiu no dia de Natal.

 

 

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.