Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://asmontanhasqueosratosvaoparindo.blogs.sapo.pt

http://asmontanhasqueosratosvaoparindo.blogs.sapo.pt

EIS AS MONTANHAS QUE OS RATOS VÃO PARINDO

por muito pequenos que pareçam ser... NOTA - ESTE BLOG JAMAIS SERVIRÁ CAFÉS! ACABO DE DESCOBRIR QUE OS DOWNLOADS SE PAGAM CAROS...

ÀS VEZES É ASSIM MESMO...

08.07.09 | Maria João Brito de Sousa

 

Sou talvez bicho-do-mato...

De passar por tanto espinho,

Tanta montanha galgar,

Reduzi-me ao meu recato,

Solitária entre os sozinhos

Que jamais irão voltar...

 

Mas por estranho que pareça

Sinto ser bem mais feliz

Do que os mais que me rodeiam...

Talvez sozinha eu me esqueça

Das mil coisas que não fiz

E de uns tantos que me odeiam...

 

Desconforto e solidão?

Desconforto talvez sim

Mas, solidão? Nada disso!

Não falta amor nem canção

Nest`alma que habita em mim...

O resto? "Levou sumiço"!

 

Se só assim eu sei ser,

Se, de ter tão poucochinho,

Alguém de mim tiver dó...

O melhor será esquecer!

Eu escolhi este caminho

Por gostar de viver só!

 

 

Imagem de Íbis Eremita - retirada da internet

 

2 comentários

  • Às vezes é assim mesmo que me sinto, amiga. Estou agora a chegar e ainda nem tive tempo de ir ao correio, mas sempre quero ver como foi que o Sapito engoliu o teu nome dos meus amigos!
    Sou um bocadinho bicho-do-mato, sou... adoro estar convosco, interagir, oferecer-vos poemas. Adoro aquele pedacinho do dia em que estou com a D. Isa e a D. Fernanda no cafezinho... mas necessito, acima de tudo, de um bom espaço de tempo para a solidão e para viajar ao fundo de mim. Ninguém parece ser, sequer, parecido comigo, das pessoas com quem lido no dia-a-dia... mas também não lido com pessoas que tenham dificuldades materiais tão extremas quanto as minhas... mas eu já era muito solitária em pequenina, sabes? Quem me deixasse produzir a partir de papéis, lápis, canetas e pincéis, dava-me o céu! Quem me desse livros para ler, dava-me o paraíso... mas se calhar vai aparecer um pouco exagerado aqui na blogosfera. Não sou, de forma nenhuma, a-social! Só preciso é de muito tempo de solidão, da boa solidão, da solidão que produz... não da que desespera, da que nos faz sentir miseráveis.
    Desculpa. Gosto muito de poder ajudar os outros. Sinto-me incapaz de não ajudar um animal ferido... enfim, sou humana, como todos nós. :)
    Abraço grande.
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.