Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

http://asmontanhasqueosratosvaoparindo.blogs.sapo.pt

http://asmontanhasqueosratosvaoparindo.blogs.sapo.pt

EIS AS MONTANHAS QUE OS RATOS VÃO PARINDO

por muito pequenos que pareçam ser... NOTA - ESTE BLOG JAMAIS SERVIRÁ CAFÉS! ACABO DE DESCOBRIR QUE OS DOWNLOADS SE PAGAM CAROS...

RIMAS MUITO SOLTAS II

23.03.09 | Maria João Brito de Sousa

Tenho telhados de vidro

Que ninguém pode quebrar...

Quando, à noite, fecho os olhos,

Vejo estrelas a brilhar.

Se não consigo dormir,

Os telhados vão-se embora,

Fico presa numa cela

E a alma sempre lá fora...

 

La´fora, junto do céu

Que só eu sei alcançar...

Sempre que as grades me prendem,

Fujo para além do ar...

 

Não aceito, nem consinto,

Que me prendam a rotinas!

Se alguém me vier espreitar

Eu corro logo as cortinas

E deito a alma a voar

Para dentro desse céu

Que criei e que é só meu...

 

Só ensinei o caminho

A quem disse que me amou,

Mas ninguém, nunca, encontrou

O meu refúgio secreto

E eu choro, muito em segredo,

Pois sei que ninguém gostou

A ponto de conhecer-me

E ninguém, jamais, voou

Pr`ó espaço onde eu sei voar,

Muito, muito além do ar...

 

Mas, se alguém me acompanhou,

Teve medo e foi-se embora,

Por isso choro a saudade

Da rapidez dessa hora...

 

1993

 

7 comentários

Comentar post