.EIS AS MONTANHAS QUE OS RATOS VÃO PARINDO

por muito pequenos que pareçam ser... NOTA - ESTE BLOG JAMAIS SERVIRÁ CAFÉS! ACABO DE DESCOBRIR QUE OS DOWNLOADS SE PAGAM CAROS...

Sexta-feira, 17 de Outubro de 2014

A CRIAÇÃO DAS BARCAS

1712846_WsZRZ.jpeg

(Criatividade, amor e trabalho)

 

 

Minha terra espreguiçada

Entre Tejo e mar bravio,

Crescendo ao longo do rio,

Pelas ondas abraçada

Como se fora, apressada,

Mergulhar no leito frio

Em que avistasse navio

Onde embarcasse assombrada,

Trocando tudo por nada

Em resposta ao desafio...

 

Barca onde vivo e cresci

Desde que a mim me recordo,

Fruto que afago e que mordo

Tanta vez quantas mordi

Palavras que aqui teci

Nesta presunção de “acordo”

Em que este relato "engordo"

Com mil coisas que  aprendi

Desde o dia em que nasci

E, ao nascer, saltei pr`a bordo

 

Pisando o velho convés,

Tomando os remos nas mãos,

Vencendo os momentos vãos,

Correndo-a de lés a lés

Como se sob os meus pés,

Junto aos pés dos meus irmãos,

Brotassem sonhos tão sãos

Que derrubassem, de vez,

A voragem das marés

Que afogam concidadãos...

 

Barca ideada por mim...

Por tantos mil que, a meu lado,

Fazem do sonho ideado

Luta, projecto e, por fim,

Constroem cama e jardim

Onde era um nada... e nem brado

Seria tido ou achado

Se ninguém sonhasse assim,

Mudando aspereza em cetim

E deserto em verde prado,

 

Onda bravia em corcel,

Madeira em barca e, também,

Berço, edifício de alguém,

Mal um prenúncio de mel,

Vencendo agruras de fel,

O compelisse a ser mãe

De quanto à espécie convém;

Filhos, da carne, a cinzel,

Foice e martelo ou pincel,

Vindos de um sonho que tem...

 

 

Maria João Brito de Sousa – 17.10.2014 – 14.06h

 

 

 

 

 


rematado por poetaporkedeusker às 17:54
link do post | remate | adicionar ao produto final
|

.OS PORQUÊS...

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
28
29
30


.posts recentes

. A CRIAÇÃO DAS BARCAS

.ARMAZÉNS DO FUTURO

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Maio 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

.tags

. todas as tags

.PROMOÇÕES:

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.links

http://www.avspe.eti.br/poesias/MariaJoaoBritodeSousa/Poesias.html http://www.avspe.eti.br/poesias/Sonetilhos.htm

.Remates

.subscrever feeds