.EIS AS MONTANHAS QUE OS RATOS VÃO PARINDO

por muito pequenos que pareçam ser... NOTA - ESTE BLOG JAMAIS SERVIRÁ CAFÉS! ACABO DE DESCOBRIR QUE OS DOWNLOADS SE PAGAM CAROS...

Quinta-feira, 17 de Novembro de 2016

APOGEU POÉTICO AVL

Aleixo - com flores.JPG

 

Patrono : Florbela Espanca
Acadêmico : Maria João Brito de Sousa
Cadeira : 06




Apogeu Poético : Homenagem Póstuma a António Aleixo.




Tema : Poeta Visionário.



MOTE



"Sem ter chicote nem vara

Manda-me a minha razão

Atirar versos à cara

Dos que me roubam o pão."



António Aleixo



In "Este Livro Que Vos Deixo"





 

SEM TER CHICOTE, NEM VARA...



(Décimas)



I



"Sem ter chicote, nem vara",

Tenho, porém, munições

E sobejam-me razões

Pr`afirmar, de forma clara,

Que, à má-fé, ninguém me pára

Com lentilhas... nem milhões!

Há pr`aí tantos ladrões

Que a gente já nem repara

Se com ladrões se depara

Nos caudais das multidões!



II



"Manda-me a minha razão",

Que é excelente conselheira,

Que não vá sem vara à feira,

Porém, se vejo um ladrão

Vir na minha direcção,

Sigo em frente, sorrateira,

Nunca caindo na asneira

De baixar, de todo, a mão

Onde guardo a "munição"

Esculpida à minha maneira;



III



"Atirar versos à cara"

- nunca pedindo perdão! -

Deixa mossa no vilão

Que pr`á fuga se prepara...

Mais o firo, sem ter vara,

Do que com vara, ou bastão!

"Dá de frosques"*, o poltrão,

Que um bom verso é coisa rara;

Fere, infecta e forma escara,

Nem que acerte de raspão...



IV



"Dos que me roubam o pão",

Não terei misericórdia!

São escória dessa mixórdia**

Que envergonha uma nação

E, tendo uma rima à mão,

Assim que surja a discórdia

- se se não lembra recorde-a

porque a não recorda em vão... -,

Zurzirei cada ladrão

Com mil quadras de (in)concórdia!





Maria João Brito de Sousa - 12.11.2016 - 17.12h









* Dar de frosques (popular) - Fugir, bater em retirada...



** Mixórdia - Misturada, bagunça, miscelânea...

 


rematado por poetaporkedeusker às 09:55
link do post | remate | ver remates (2) | adicionar ao produto final
|
Sexta-feira, 27 de Maio de 2016

APOGEU POÉTICO AVL - Clássico- Décimas

12295486_1656868204591281_5159756325996824092_n.jp

 

Patrono: Manuel Maria Barbosa du Bocage

Académica: Maria João Brito de Sousa

Cadeira: 06



DESTINO(S)



Destinos pré-fabricados,

indelevelmente escritos,

como se uns fossem proscritos

e, outros, abençoados

pelos arautos alados

de supremos plebiscitos?

Não o creio! São esquisitos

e estão mal fundamentados

os argumentos lançados

pr`a sustentar tais quesitos...



Sei trazermos, à nascença,

genes bem determinantes,

mas nunca serão constantes...

só uns marcarão presença

na selva mais do que imensa

das infindas variantes

que, às vezes, por uns instantes,

se projecta ou se condensa;

morta a razão, brota a crença,

mas não volta ao que era dantes...



Tanto, tanto (des)caminho,

tanto passo `inda por dar,

tanta porta por fechar

- de rompante, ou de mansinho... -,

tanta barca, tanto ninho,

tanta rota por traçar,

tanta luta por lutar,

tão pouco pão, tanto vinho...

Uns, tudo, outros, poucochinho;

Tanto por equilibrar!



E, no meio disto tudo,

num tempo em que as horas passam

como jactos que desfaçam

rastos de análise e estudo,

penso ainda - não me iludo... -

nas frustrações que ameaçam

uns tantos que, mal esvoaçam,

julgam ver, extáctico e mudo,

esse, cujo conteúdo

é mais lábil que os que o traçam...





Maria João Brito de Sousa - 12.05.2016 - 20.51h





 


rematado por poetaporkedeusker às 14:44
link do post | remate | adicionar ao produto final
|

.OS PORQUÊS...

.pesquisar

 

.Abril 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.posts recentes

. APOGEU POÉTICO AVL

. APOGEU POÉTICO AVL - Clás...

.ARMAZÉNS DO FUTURO

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Maio 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

.tags

. todas as tags

.PROMOÇÕES:

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.links

http://www.avspe.eti.br/poesias/MariaJoaoBritodeSousa/Poesias.html http://www.avspe.eti.br/poesias/Sonetilhos.htm

.Remates

.subscrever feeds