.EIS AS MONTANHAS QUE OS RATOS VÃO PARINDO

por muito pequenos que pareçam ser... NOTA - ESTE BLOG JAMAIS SERVIRÁ CAFÉS! ACABO DE DESCOBRIR QUE OS DOWNLOADS SE PAGAM CAROS...
Quarta-feira, 15 de Julho de 2015

CANTE

oliveira1.jpg

 

Não tem azeite nem alho

com que prepare uma açorda...

não tem côdea que se morda,

mas não lhe falta trabalho

e quando à noite, ao borralho,

se senta, pensa na corda*

que guarda e que, hoje, recorda,

pensando, “É isto, o que eu valho?

Tal como o Sol, nunca falho

E assim que o galo me acorda



Ponho-me logo de pé,

sacudo a manta da esteira,

acendo a velha lareira

pr`aquecer sonho e café,

ponho a samarra, o boné,

e vou-me fazendo à feira**

pela estrada da canseira

que o dia prometa e dê

a qualquer homem de fé

(que a tenho, à minha maneira...)



Vou roendo a côdea escura

da fatia amanhecida

que sempre que é consumida

me parece ser mais dura

e encho o meu peito à procura

de canção menos dorida,

mas sai-me a voz, não vencida,

no “cante” que em mim perdura...

Não havendo outra fartura,

é del` que encho a própria vida!”



Maria João Brito de Sousa – 14.07.2015





*Corda – alusão, velada, ao pensamento suicida

** Feira – qualquer dia da semana

 

Poema dedicado ao meu avô paterno, por ser poeta, e ao materno, por ser alentejano.

 

A António de Sousa

A Frederico Belo Bazilio

 

 

 


rematado por poetaporkedeusker às 00:51
link do post | remate | adicionar ao produto final
|
2 comentários:
De jabeiteslp a 19 de Agosto de 2015 às 20:19
Beleza de tempo em palavras
embora amarguradas

presentes e a cada dia...

Feliz resto de semana
e um xoxo de aqui dos calhaus


De poetaporkedeusker a 19 de Agosto de 2015 às 22:04
Olá, Anjo!

Feliz resto de semana, também para ti! Obrigada!

Abraço, daqui, pertinho das ondas mansas do estuário do Tejo!


proteste

.OS PORQUÊS...

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
28
29
30


.posts recentes

. SOLIDÃO

. GLOSANDO UM MOTE DE RAYMU...

. POETANDO

. SEM SAIR DO MEU LUGAR

. O PRIMEIRO ESPINHO

. CINCO QUEDAS POR MINUTO.....

. POR TER SEDE, FUI À FONTE

. CHUVA DE AGOSTO

. PERPETUUM MOBILE

. COM MEUS VERSOS...

.ARMAZÉNS DO FUTURO

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Maio 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

.tags

. todas as tags

.PROMOÇÕES:

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.links

http://www.avspe.eti.br/poesias/MariaJoaoBritodeSousa/Poesias.html http://www.avspe.eti.br/poesias/Sonetilhos.htm

.Remates

.subscrever feeds