.EIS AS MONTANHAS QUE OS RATOS VÃO PARINDO

por muito pequenos que pareçam ser... NOTA - ESTE BLOG JAMAIS SERVIRÁ CAFÉS! ACABO DE DESCOBRIR QUE OS DOWNLOADS SE PAGAM CAROS...
Sexta-feira, 27 de Agosto de 2010

TOCAR, SONDAR, PRESSENTIR...

 

Tocar, sondar, pressentir

Tantas coisas intangíveis,

Como são alguns segredos,

Pode fazer ressurgir

Fantasmas bem mais temíveis

Que os rastos de antigos medos…

 


No entanto, seduzido,

Já não consegues parar

E a “sondagem” continua

Até que, por fim rendido,

Estarás a imaginar

Que estás a brincar na rua,

Que chegou um estranho vulto,

Que ele entrou na brincadeira,

Que a rua é grande demais…

E depois, como um insulto,

A cena é tão verdadeira

Que corres para os teus pais…

Não lhes falas do que viste

- ou do que julgaste ver… –

Mas tens medo e vais ficando…

Podes dizer que estás triste

Ou cansado de correr,

Mas só estarás constatando:

 


“- Tocar, sondar, pressentir

Tantas coisas invisíveis

Com a ponta dos meus dedos,

Fez-me, agora, descobrir

Monstros enormes, terríveis,

E eu… protegi-me dos medos!”

 

 


Ao menino que brincava perto da janela do quarto,

ao processo natural de aprendizagem, aos traumas infantis, aos mineiros chilenos que ainda estão subterrados e à Vida. A essa extraordinária aventura que é a Vida e da qual tudo isto faz parte.

Para o bem e para o mal.

 

 

Maria João Brito de Sousa - 26.08.2010 - 22.31h

I`m crazy for::

rematado por poetaporkedeusker às 15:07
link do post | remate | adicionar ao produto final
|
Terça-feira, 17 de Agosto de 2010

DESAFIO

 

“Sinto uma alegria extrema,

Faz-se Verão, mesmo em Janeiro,

Quando escrevo um bom poema,

Um poema verdadeiro!”


Não entendo estas contendas!

Eu sinto que o principal,

Nestas coisas da Poesia,

Não é só descobrir “lendas”

Deste nosso Portugal…

É encontrar, dia a dia,

Um poema que arrebate,

O poeta que o criou

E ficar em comunhão…

Não entendo que um combate

Seja melhor do que eu sou!


Deixo a minha opinião

Para alguém que, partilhando

Destas minhas convicções,

Queira glosar estes versos…

Quase sempre é poetando

Que se encontram soluções

Para os casos mais diversos…

Eu prefiro a sintonia!

Aceito qualquer diferença

Em estilo e em qualidade…

Só me interessa a Poesia

E nem vos peço licença

Para tomar tal liberdade;


“Sinto uma alegria extrema,

Faz-se Verão, mesmo em Janeiro,

Quando escrevo um bom poema,

Um poema verdadeiro!”

 

 


Maria João Brito de Sousa – 15.08.2010 – 21.04h

I`m crazy for::

rematado por poetaporkedeusker às 12:07
link do post | remate | ver remates (2) | adicionar ao produto final
|
Segunda-feira, 16 de Agosto de 2010

NÃO ME LEVEM A SÉRIO!

 

Não me levem muito a sério!

[levem-me a sério demais…]

Posso ser perturbadora,

Deitar abaixo um império

Só por causa de uns pardais

E, a seguir… ir-me embora!


Nunca se importem comigo!

Tudo o que digo é loucura

[tudo o que digo é verdade…]

E, mesmo que esteja em perigo,

Pinto o quadro, ato a moldura,

Sem achar que isso é vaidade…


Não me ouçam porque, se ouvirem,

[ouçam mesmo que eu me cale…]

Incorrerão em pecado

Pois se as palavras caírem

Nos ouvidos de um que fale…

[não liguem… está tudo errado!]

 

 


Maria João Brito de Sousa – 15.08.2010 – 14.42h

I`m crazy for::

rematado por poetaporkedeusker às 14:43
link do post | remate | adicionar ao produto final
|
Quinta-feira, 12 de Agosto de 2010

DIGITALIZANDO,ANDO,ANDO...

 

Sempre a digitalizar

Horas e horas sem fim,

Temo poder-me enganar,

Digitalizar-me a mim…


Se me torno digital

Quem digitalizará

Este universo real

Das imagens que aqui há?


Devo ter muito cuidado,

Trabalhar com parcimónia

Sem descurar o teclado

Mas sem fazer cerimónia,


Pois são tantas as imagens

Que as nem posso imaginar!

Passo as horas na contagem

Do que aqui tento guardar…


Uma antiga, outra nem tanto…

E devo, ou não, separá-las?

Guardar uma em cada canto

Pr`a poder, depois, estudá-las?


Se recordar é viver,

Eu estou a viver mil vidas…

Que bem me está a saber!

E tenho honras garantidas!


O pior é encontrar,

Neste caos que me rodeia,

Matéria pr`a navegar

Nesta histórica epopeia…


É que, sempre a trabalhar,

Tenho receio de, assim,

Ficar confusa, trocar,

E arquivar-me antes do fim…

 

 

 


Maria João Brito de Sousa – 10.08.2010 – 19.11h

 

I`m crazy for::

rematado por poetaporkedeusker às 08:30
link do post | remate | ver remates (2) | adicionar ao produto final
|
Quarta-feira, 11 de Agosto de 2010

BOM LEITOR, NUNCA SE CANSA... ou BAILINHOS

 

Tu dás-me um “bailinho” a mim,

Eu dou-te um “bailinho” a ti

E as coisas vão-se arrastando…

Se, antes de chegar ao fim,

Acreditar que perdi,

Faço as malas, vou andando…


Esta moda dos “bailinhos”

Pode até ser criativa,

Dá-nos muito que fazer,

Mas… alguns são adivinhos!

Eu cá, apenas estou viva

E sem pressa de morrer…


Porém… bailemos então!

Passo em frente, passo atrás,

Se nos compõe esta dança…

Eu nunca digo que não

E ao leitor… tanto faz!

Bom leitor, nunca se cansa!

 

 


Maria João Brito de Sousa – 10.08.2010 – 21.52h

 

 

IMAGEM LITERALMENTE ROUBADA DA INTERNET - VIA GOOGLE

 

I`m crazy for::

rematado por poetaporkedeusker às 11:07
link do post | remate | adicionar ao produto final
|
Segunda-feira, 9 de Agosto de 2010

POUCA-TERRA, POUCA-TERRA...

 

“Pouca-terra, pouca-terra”…

Tanta terra falta ainda,

Tanto rio por navegar,

Tanto cume de alta serra,

Tanto trilho que não finda,

Tanta estrada e tanto mar!


 

E, do comboio que passa,

“Pouca-terra, muita-pressa”,

Na melopeia de infância,

Não consinto uma ameaça;

Tento ver que terra é essa,

Quero medir-lhe a distância!


 

“Pouca-terra” – mais que fosse! –

Quanta insondável lonjura

Vai no triste olhar que fica…

Tanta curva amarga ou doce

Na transitória procura

A que o mundo se dedica…


 

“Pouca-terra”… e, afinal,

Tanto, ainda por cumprir

Nas distâncias que prevejo…

Pouca terra? Não faz mal,

Muito mais terra há-de vir!

[pouca terra e... tanto Tejo!]

 

 


 

 

Maria João Brito de Sousa – 08.08.2010 – 15.35h


 

Aos comboios da “Linha do Estoril”, sempre presentes, desde os primórdios da minha infância.

 

Revisto e ligeiramente reformulado a 24.11.2013

I`m crazy for::

rematado por poetaporkedeusker às 14:32
link do post | remate | adicionar ao produto final
|

.OS PORQUÊS...

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
28
29
30


.posts recentes

. SOLIDÃO

. GLOSANDO UM MOTE DE RAYMU...

. POETANDO

. SEM SAIR DO MEU LUGAR

. O PRIMEIRO ESPINHO

. CINCO QUEDAS POR MINUTO.....

. POR TER SEDE, FUI À FONTE

. CHUVA DE AGOSTO

. PERPETUUM MOBILE

. COM MEUS VERSOS...

.ARMAZÉNS DO FUTURO

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Maio 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

.tags

. todas as tags

.PROMOÇÕES:

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.links

http://www.avspe.eti.br/poesias/MariaJoaoBritodeSousa/Poesias.html http://www.avspe.eti.br/poesias/Sonetilhos.htm

.Remates

.subscrever feeds