.EIS AS MONTANHAS QUE OS RATOS VÃO PARINDO

por muito pequenos que pareçam ser... NOTA - ESTE BLOG JAMAIS SERVIRÁ CAFÉS! ACABO DE DESCOBRIR QUE OS DOWNLOADS SE PAGAM CAROS...
Quinta-feira, 22 de Julho de 2010

CONDUZIU-ME A TUA MÃO...

Conduziu-me a tua mão,

Da brancura imaculada

Em que os meus dias nasceram,

Às cores de outra tentação;

O percorrer de uma estrada

Onde os brancos se perderam…


Eu, que era “branco no preto”,

Avessa às meias-verdades,

Às intrigas, às traições,

Usei, de modo indiscreto,

As tuas fragilidades

A bem das minhas paixões…


E foi tal o desconcerto,

Tanta coisa se insurgiu

Por dentro de nós os dois

Por obra de um tal aperto,

Que a harmonia nos fugiu

E o amor… fugiu depois.

 


Maria João Brito de Sousa – 10.07.2010 – 19.43h

 

 


Maria João Brito de Sousa

I`m crazy for::

rematado por poetaporkedeusker às 14:10
link do post | remate | ver remates (2) | adicionar ao produto final
|
Quarta-feira, 21 de Julho de 2010

DEI-TE MAIS DO QUE PEDIAS...

 

 

Dei-te mais do que pedias

E deixei-te a sensação

De estares na periferia

Da cratera de um vulcão…


Pobre humano que não tinhas

Nem sombra das minhas asas,

Querendo ter pão e sardinhas

Sem que passassem por brasas…


No entanto, foste amado,

Provavelmente bem mais

Do que tu, pobre coitado,

Pudeste sonhar, jamais


Mas, não sendo o que tu querias,

Devo pedir-te perdão

Por tentar, todos os dias,

Que fosse essa a tua opção…

 


Maria João Brito de Sousa

 

 

 

Imagem retirada da internet

 

 

I`m crazy for::

rematado por poetaporkedeusker às 17:32
link do post | remate | adicionar ao produto final
|
Terça-feira, 20 de Julho de 2010

SALTA!

 

Salta, amigo salta!

Mais alguns minutos

E a maré, mais alta,

Não mais dará frutos…

 

Salta e faz-te à vida

Noutro recomeço

Que a barca é perdida,

Que o farol aceso

 

Avisa-te; - Salta

Neste mesmo instante!

Que a maré vai alta,

Que a onda gigante

 

Se te apanha e leva…

Tu estarás perdido

E o pouco que eu escreva

Não fará sentido!

 

 

 

Maria João Brito de Sousa – 91.07.2010 – 18.49h

 

Imagem retirada da internet

I`m crazy for::

rematado por poetaporkedeusker às 12:13
link do post | remate | adicionar ao produto final
|
Segunda-feira, 19 de Julho de 2010

MONO-DUPLICIDADE...

Em todo e cada Poeta

Existe uma eternidade

Que a si mesma se completa

Em mono-duplicidade


Assim, desfolhando rimas

Como quem espalha sementes,

Semeia e colhe obras-primas

De versos inconsistentes,


Desdenha as cordas que o prendem;

Mesmo ferido, não desiste…

[poetas nunca se rendem

enquanto um verso persiste!]


Na mono-duplicidade

Que a si mesma se completa,

Existe uma eternidade

Em todo e cada Poeta!

 


Maria João Brito de Sousa

 

I`m crazy for::

rematado por poetaporkedeusker às 11:53
link do post | remate | adicionar ao produto final
|
Sexta-feira, 16 de Julho de 2010

BOLHAS NAS PALMAS DOS POEMAS...

 

 

Calham, por vezes, nascer-me

Bolhinhas de uso excessivo

Nas palmas de alguns poemas…

Pr`as curar, terão de ler-me

Que isto de ser criativo

Pode trazer-me problemas…


São feridinhas supuradas,

Fruto de um constante atrito

Entre o poema e os dias

Que me ardem quando infectadas,

Que eu sinto, logo acredito

Que não são simples manias…


Podem parecer pequeninas

Mas são muito dolorosas

E exigem tal tratamento

Que já não há aspirinas

Que aliviem as teimosas

Das bolhas… que sofrimento!!!

 

 

Maria João Brito de Sousa

 


 

Imagem retirada da internet

I`m crazy for::

rematado por poetaporkedeusker às 14:19
link do post | remate | ver remates (5) | adicionar ao produto final
|
Quinta-feira, 15 de Julho de 2010

DO MEU CHAPÉU DE PALHAÇO...

 

 

 

Desta vida de cansaço

Retiro, acima de tudo,

Do meu chapéu de palhaço,

Mil coisas com que me iludo…

 

 

Sou, portanto, ilusionista

E pertence-me o direito

De escrever na minha lista

O nome de cada eleito.

 

 

Alguns serão preteridos

- são os tais “ossos de ofício”…-,

Mas outros serão escolhidos

- desde que “limpos” de vício… -

 

 

Agora o “show” recomeça;

Tudo me sai do boné

E ao retirar cada peça

Curvo a cerviz, digo; “olé!”

 

 

Nesta vida, engendro um espaço

Pr`as coisas com que me iludo

No meu chapéu de palhaço

Onde, por nada, dou tudo

 

 

 

Maria João Brito de Sousa - 15.07.2010 -14.41h

 

 

 

 

 

Maria João Brito de Sousa – 11.07.2010 – 13.31h

 

 

 

 

 

 

 

 

Imagem retirada da internet

I`m crazy for::

rematado por poetaporkedeusker às 14:41
link do post | remate | ver remates (6) | adicionar ao produto final
|
Quarta-feira, 14 de Julho de 2010

A PASSAGEIRA CLANDESTINA

 

Na curva de cada esquina,

Por cada passo que dei;

Meu sorriso de menina

E as asas que dele herdei!


Passo a passo e dia a dia

Sonho, construo, desvendo

Os meandros da harmonia

A que, sorrindo, me prendo…


Dobro a curva, passo a esquina,

Torno à esquina que dobrei

Mal o dia se ilumina

Volto aos sonhos que sonhei!


Já vai longa a caminhada.

Tanta esquina… quantas mais

Caberão na curta estrada

Que vai de mim ao meu cais?


Fico na curva da esquina,

Contando os passos que dei,

Sorrindo como a menina

A que não retornarei…


As asas foram herdadas,

Mas, pelos passos que der,

Nascerão novas calçadas

Das pedras do meu “mester”!


Dou por mim junto da esquina,

A pensar se não serei

Passageira clandestina

Das asas com que voei…

 

 


Maria João Brito de Sousa  -  12.07.2010 – 18.37h

I`m crazy for::

rematado por poetaporkedeusker às 07:30
link do post | remate | adicionar ao produto final
|
Terça-feira, 13 de Julho de 2010

NO SOLSTÍCIO DO COSTUME...

 

Meu amor, espero por ti

À hora menos provável

Do solstício do costume…

Nesta boca, que sorri

Num trejeito inconfessável,

Trago gelo, em vez de lume…

 

Do meu abrigo invisível,

Não sei senão perscrutar

Sinais de um outro universo…

Sei, pobre amor impossível,

Não te poder ofertar

Um desamor mais adverso!

 

Espero, portanto, por ti

À hora menos provável

Do solstício do costume…

Ai, amor, quanto eu me ri

Deste encontro/inencontrável

Sem desejo e sem ciúme!


Não te traço o meu perfil;

Não te darei quaisquer pistas

Pr`a que possas encontrar-me…

Meu convite é um ardil

E o que eu quero é que desistas

Ou nem tentes procurar-me…


Mas, a bem das aparências,

Meu amor, digo que espero

Muito embora te não queira…

Amor, as tuas ausências

São tudo aquilo que quero;

Tudo o mais… é brincadeira!

 

 


Maria João Brito de Sousa – 11.07.2010 – 09.17h

I`m crazy for::

rematado por poetaporkedeusker às 09:00
link do post | remate | adicionar ao produto final
|
Segunda-feira, 12 de Julho de 2010

SE VÊS, REPARA!

 

Repara, amigo, repara

Como os tempos vão mudando,

Como a voz me não sai clara,

Como os anos vão passando…

 

Repara nestes cabelos

Que se tingiram de branco,

Não mais os negros novelos

Dos tempos do riso franco…

 

Vê que as rugas já despontam

Nesta face e, demarcadas,

Quais leitos de rios, te apontam

Pr`a estrelas quase apagadas…

 

Portanto, amigo, repara

Que os anos foram passando…

Se a voz, a ti, te sai clara,

A minha vai rouquejando…

 

Repara nas minhas mãos,

Agora menos seguras…

Tempos houve em que a paixão

As tornou bem menos puras

 

E, se em verdade trabalham

Sem descansar um segundo

Por vezes, cansadas, falham

Nas exigências do mundo…

 

Eu, de cansada daquilo

Que a ti te pode interessar,

Escrevo poemas “ao quilo”

E só a eles me sei dar

 

Por isso, se vês, entende

Que me seria impossível

Aceitar, de quem mo estende,

Um amor tão perecível…

 

 

 

Maria João Brito de Sousa

 

 

 

I`m crazy for::

rematado por poetaporkedeusker às 12:11
link do post | remate | adicionar ao produto final
|
Sexta-feira, 9 de Julho de 2010

A FALAR, COMO AQUI FALO

 

Em boa verdade digo

Que, às vezes, também me calo

Pois pode haver algum perigo

Em falar como aqui falo…


Eu sempre fui destemida,

Senhora do meu nariz,

Quando sei estar protegida

Por aquilo que Deus quis…


Disse coisas temerárias

Das quais nunca me arrependo

Pois sei que, de formas várias,

É a errar que eu aprendo.


É por isso que aqui digo

Que há coisas de que não falo

Muito embora haja algum perigo

Em calar como eu me calo…

 

 


Maria João Brito de Sousa – 04.07.2010 – 20.58h

 

 

 

"PRESO POR TER CÃO, PRESO POR NÃO TER..." - Vox Populi

I`m crazy for::

rematado por poetaporkedeusker às 09:00
link do post | remate | ver remates (2) | adicionar ao produto final
|

.OS PORQUÊS...

.pesquisar

 

.Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
18
19
20
21

22
23
25
27
28

29
30
31


.posts recentes

. PAPÉIS VELHOS

. HÁ SEMPRE UM MOTOR DE BUS...

. SOLIDÃO

. GLOSANDO UM MOTE DE RAYMU...

. POETANDO

. SEM SAIR DO MEU LUGAR

. O PRIMEIRO ESPINHO

. CINCO QUEDAS POR MINUTO.....

. POR TER SEDE, FUI À FONTE

. CHUVA DE AGOSTO

.ARMAZÉNS DO FUTURO

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Maio 2013

. Fevereiro 2013

. Dezembro 2012

. Novembro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

.tags

. todas as tags

.PROMOÇÕES:

. CONVERSANDO COM MARIA DA ...

. É a arte, solidão?

. SO(LAS)

. “A Linha de Cascais Está ...

. CANTIGA PARA QUEM SONHA -...

. Our story in 2 minutes

. «A TAUROMAQUIA É A ÚNICA ...

. Novidades a 13 de Dezembr...

. LIMPAR PORTUGAL

. Ler dos outros... (cróni...

.links

http://www.avspe.eti.br/poesias/MariaJoaoBritodeSousa/Poesias.html http://www.avspe.eti.br/poesias/Sonetilhos.htm

.Remates

.subscrever feeds